Violência contra as mulheres é ‘pandemia global’, diz ONU

“No seu âmago, a violência contra as mulheres e meninas, em todas as suas formas, é a manifestação de uma profunda falta de respeito, o fracasso dos homens em reconhecer a igualdade e a dignidade inerentes às mulheres. É um problema de direitos humanos fundamentais” critica a ONU.

Por: Vânia Ferreira | | Notícias gerais

Violência contra as mulheres é ‘pandemia global’

Protagonista na luta para combater todo tipo de violência contra mulheres, a Organização das Nações Unidas (ONU) ressaltou que “o mundo só vai se orgulhar de ser justo e igualitário quando as mulheres puderem viver livres do medo e da insegurança cotidiana. É uma afronta moral a todas as mulheres e meninas, e a todos nós, uma marca vergonhosa em todas as nossas sociedades”.

Ainda segundo a Organização, “essa também é uma questão profundamente política. A violência contra as mulheres está ligada a questões mais amplas de poder e controle nas nossas sociedades. Vivemos num mundo dominado pelos homens. As mulheres se tornam vulneráveis à violência por meio das múltiplas maneiras pelas quais nós as mantemos em condições de desigualdade”.

“No seu âmago, a violência contra as mulheres e meninas, em todas as suas formas, é a manifestação de uma profunda falta de respeito, o fracasso dos homens em reconhecer a igualdade e a dignidade inerentes às mulheres. É um problema de direitos humanos fundamentais” critica a ONU.

Receba notícias direto em seu e-mail:
assine nosso informativo

Fale conosco