Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário

Trabalhadores rejeitam proposta de ACT do Distrito Irrigado Nilo Coelho

7 de fevereiro de 2017

Os trabalhadores do Distrito Irrigado Nilo Coelho, que fica em Petrolina (PE), rejeitaram, nesta segunda-feira (6/2), a proposta do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) para reajuste das cláusulas econômicas em 80% do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) – que fechou o período em 4,99% – o que significaria um aumento somente de 3,99% nos salários em 2017. Além disso, a empresa também quer retirar o pagamento do anuênio (1%), que é um direito que já está garantido no ACT vigente, e, ainda, quer implantar o banco de horas.

Na proposta inicial, os empregados reivindicam o reajuste de 7% nos salários, o aumento do auxílio-alimentação em 21,7% (que passaria de R$230 para R$280) e a implantação do pagamento do 13º sobre o auxílio-alimentação.

Durante a assembleia, os trabalhadores do Distrito Irrigado construiram uma contraproposta que será apresentada ao Conselho Administrativo do Distrito Irrigado (que faz a negociação coletiva) ainda nesta terça-feira (7/2), pela Seção Sindical Codevasf Petrolina (3ª SR), que é a representante dos empregados.

De acordo com o presidente da Seção Sindical, Paulo José da Silva, a preocupação dos trabalhadores é que a proposta da empresa está abaixo da inflação. “Isso é perda para o trabalhador e demonstra que o Distrito não está considerando a categoria”, disse o presidente.

Paulo José explicou, ainda, que esta é a primeira vez que a empresa faz uma proposta dessas (abaixo do INPC) para o Sindicato. “Ano passado estávamos em situação pior, com falta de água no rio São Francisco e o projeto de irrigação estava entrando em colapso. Mesmo assim, fechamos com o índice de 10,3% de reajuste. Neste ano (2017), o rio está melhor e a categoria não vai aceitar esse desrespeito”, explicou o dirigente sindical do SINPAF.

Além do presidente, a mesa de negociação foi composta também pelo Secretário da Seção Sindical, Maurílio Moura Reis.

A Seção Sindical e o Conselho da empresa irão se reunir nesta quinta-feira (9/2) para discutir a proposta do ACT.

DIRETORIA NACIONAL – Os diretores nacionais Jorge Severo e Cícero Lio, suplentes das pastas Regional Nordeste e de Assuntos Jurídicos e Previdência, respectivamente, também participaram da assembleia no Distrito Irrigado Nilo Coelho.

De acordo com Severo, a negociação coletiva dos trabalhadores dos Distritos Irrigados é de grande importância para a Diretoria Nacional. “Queremos que toda a nossa categoria seja valorizada, em todos os cantos deste país”, afirmou.

 

 

Leia mais