SINPAF e Embrapa se reúnem e discutem orçamento da empresa

SINPAF e Embrapa se reúnem e discutem orçamento da empresa

Por: Camila Bordinha | | Notícias gerais

Na manhã desta terça-feira (20/10), a Diretoria Nacional do SINPAF reuniu-se, por videoconferência, com o diretor Executivo de Gestão Institucional da Embrapa, Tiago Toledo Ferreira, para discutir os cortes no orçamento da empresa, o investimento na pesquisa, entre outros problemas que afligem trabalhadores e trabalhadoras da categoria.

Em uma breve explicação, o diretor executivo, acompanhado dos assessores jurídico e parlamentar da Embrapa, esclareceu que foram recompostos R$ 25 milhões dos R$ 118 milhões cortados pelo Governo Federal em setembro e que os demais R$ 93 milhões ainda estão bloqueados. A recomposição total do orçamento, de acordo com o diretor, depende do Congresso Nacional. Sobre a previsão de cortes para o próximo ano, a Diretoria Executiva da Embrapa ainda está começando o diálogo com o governo.

O SINPAF também apontou as práticas antissindicais que têm sido cometidas pela empresa. Além do assédio institucional contra representantes sindicais, a Embrapa quer dificultar as liberações de dirigentes sindicais e cancelou a renovação dos alugueis dos espaços que as Seções Sindicais ocupam há anos. Essas práticas foram denunciadas ao judiciário e ao Ministério Público do Trabalho. A Empresa não se manifestou sobre esses pontos.

A Diretoria Nacional do SINPAF, representada na videoconferência pela vice-presidenta Alexandra Wickboldt Hellwig e pelo diretor de Formação Sindical, Jean Kleber de Sousa Silva, além do presidente, Marcus Vinícius Sidoruk Vidal, sugeriu abrir um canal de diálogo com a empresa, com a formação de uma mesa de negociação permanente, para discutir de forma madura e transparente esses e outros problemas que não estão na pauta do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT).

Ao concluir a reunião, o presidente do SINPAF definiu o compromisso do Sindicato com a Embrapa. “O diálogo que propomos reafirma o nosso compromisso com a empresa e com a busca de soluções para os anseios de seus trabalhadores e trabalhadoras. As gestões passam. Nosso papel e compromisso sempre será a defesa da empresa”, afirmou Marcus Vinícius Sidoruk Vidal.

Receba notícias direto em seu e-mail:
assine nosso informativo

Fale conosco