Pressão deve continuar após adiamento de votação da Reforma Administrativa

Pressão deve continuar após adiamento de votação da Reforma Administrativa

Por: Vânia Ferreira | | Notícias gerais

A votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 32, da reforma Administrativa, que estava marcada para ocorrer nesta quinta-feira (16) foi adiada para a próxima terça (21).

Sem consenso entre parlamentares de oposição e a base aliada do governo, o relator, deputado Arthur Maia (DEM-BA), e o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), concluíram que não teriam votos necessários para aprovar a PEC na Comissão Especial e adiaram a votação mais uma vez. 

O relator deve apresentar um novo texto com mais mudanças no próprio dia 21, e se aprovado pela comissão, poderá ser colocado no mesmo dia em votação no plenário da Câmara Federal.

O adiamento é resultado da pressão das centrais sindicais, dos sindicatos e dos trabalhadores e trabalhadoras, que estão há vários meses denunciando os prejuízos da PEC 32 para os servidores/as públicos e para o serviço público prestado à população brasileira.

Porém, a pressão deve continuar. Continuem atentos e mandando mensagens aos parlamentares pelas redes sociais. Acesse o "Na Pressão" (https://napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-reforma-administrativa) e deixe o recado: deputado que votar a favor da PEC 32, não volta!

Após entrar no site “Na Pressão”, siga o passo a passo:

1 – Escolha um parlamentar na listagem disponibilizada no site

2 – Defina por qual meio deseja pressionar (WhatsApp, Facebook, Twitter ou E-mail) e clique no ícone, logo abaixo da foto do parlamentar.

3 – Uma nova janela será aberta para você enviar a mensagem.

4 - Repita a operação para a quantidade máxima de senadores e senadoras que for possível.

Receba notícias direto em seu e-mail:
assine nosso informativo

Fale conosco