Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário

SINPAF repudia retaliação da Embrapa contra trabalhadores

1 de julho de 2016

Em mais uma ação desrespeitosa com os seus trabalhadores e à Constituição Federal do Brasil, que assegura o direito de greve e paralisação, a Embrapa oficializou, hoje (1º/7), o corte de ponto dos empregados que participaram da Paralisação Nacional, promovida pelo SINPAF no dia 29 de junho.

O SINPAF repudia essa ação da empresa e reforça o compromisso com os trabalhadores de tomar todas as medidas judiciais cabíveis.

A retaliação se deve, principalmente, pelo sucesso da mobilização que aconteceu de forma pacífica em todas as unidades e, para surpresa do presidente da Embrapa, Maurício Lopes, teve grande repercussão na imprensa nacional.

O corte do ponto não agride somente os empregados que participaram da mobilização, mas sim a toda a categoria, já que pretende coibir o avanço das negociações do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), que afeta diretamente a TODO o quadro de empregados.

Essa atitude esdrúxula da empresa tem o objetivo claro de amedrontar os trabalhadores. Mas mesmo diante desse fato não nos curvaremos às represálias e seguiremos em frente, ainda mais fortes na luta pelos nossos direitos.

É hora de mobilização.

Trabalhador, a luta deve continuar!

Leia mais