SINPAF sugere que filiados (as) adiem fornecer dados sobre aposentadoria e aguardem ajuizamento de ação do abate-teto da Embrapa

SINPAF sugere que filiados (as) adiem fornecer dados sobre aposentadoria e aguardem ajuizamento de ação do abate-teto da Embrapa

Por: Camila Bordinha | | Notícias gerais

O prazo que a Embrapa determinou para que os aposentados (as) que se encontram na ativa informem o valor de seus benefícios está se esgotando no final de novembro. Com esses dados, a empresa busca executar uma nova sistemática para apurar o abate-teto desses (as) trabalhadores (as), unindo sua remuneração na empresa ao benefício do INSS para, então, abater a diferença que ultrapasse do teto constitucional.

O SINPAF reforça que buscará a medida cabível para desobrigar os empregados de fornecerem informação sobre o valor do benefício da aposentadoria. Essa ação deverá ocorrer imediatamente para impedir qualquer prejuízo financeiro a quem dedicou uma vida inteira à Embrapa, pois o Sindicato considera  que os proventos recebidos do INSS, que correspondem há décadas de contribuição previdenciária feita pelo (a) trabalhador (a), é de natureza diferente da remuneração recebida pela empresa, onde o empregado ainda continua dedicando a sua força de trabalho.
 
Por isso, o SINPAF sugere que todos (as) os (as) filiados (as) que se encontram nessa situação aguardem medida judicial, que já está pronta e terá seu ajuizamento em breve e que adiem o fornecimento à empresa de informações referentes aos valores da aposentadoria.
 
“A solicitação dessas informações pela Embrapa também será contestada de forma e em momento oportunos, pois é abusiva e causa grande constrangimento ao trabalhador (a),” disse o diretor Jurídico do SINPAF, Adilson Ferreira da Mota.

Receba notícias direto em seu e-mail:
assine nosso informativo

Fale conosco