Trabalhadores (as) da Codevasf realizam mobilização ao ar livre para manter medidas de isolamento

Por: Camila Bordinha em Quarta, 29 Julho 2020 | Categoria: Notícias gerais

No comunicado feito nesta terça-feira, 28 de julho, a empresa determinou que todos retornassem presencialmente aos seus postos, excluindo somente aqueles que fazem parte do grupo de risco ou que possuem crianças em idade escolar. Antes, a Codevasf estava desenvolvendo com sucesso um processo de teletrabalho ou revezamento para os que exercem funções essenciais para manter o funcionamento da empresa.

Na mobilização, em que os participantes mantiveram medidas de distanciamento e uso de máscaras em um espaço ao ar livre, as trabalhadoras e os trabalhadores denunciaram que, ao retornarem às instalações da empresa, as únicas medidas tomadas foram a medição de temperaturas para acesso e o distanciamento parcial das mesas de trabalho.

Eles também observaram colegas circulando sem o uso de máscaras em ambientes comuns (corredores, copas e elevadores), a falta de higienização periódica dos ambientes e aglomerações em salas que não possuem circulação de ar.

O Sindicato defende o isolamento total das trabalhadoras e dos trabalhadores e, de acordo com o presidente do SINPAF, Marcus Vinícius Sidoruk Vidal, essa atitude da diretoria da Codevasf promove um retrocesso no combate ao novo Coronavírus. “A empresa está colocando em risco a vida de todos os seus colaboradores e terá que arcar com todas as consequências que vierem a ocorrer”, afirmou o dirigente sindical.

Há meses, o Sindicato já tinha enviado para a Codevasf e todas as demais empresas da base um documento em que sugeria medidas a serem adotadas como prevenção ao novo Coronavírus.

O SINPAF também conquistou uma medida liminar que determinou o isolamento social, tão logo as organizações internacionais sugeriram as formas de prevenção à doença. Apesar da medida liminar ter perdido sua eficácia de acordo com os prazos da justiça, a Diretoria Nacional do SINPAF informou que, no começo de agosto, ocorrerá uma audiência para discutir quais medidas protetivas deverão ser adotadas pela Codevasf.

A Diretoria Nacional do sindicato também possui o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. para receber denúncias sobre medidas de prevenção que estejam sendo ignoradas.

Ao final da mobilização, os participantes decidiram que o presidente da Seção Sindical Sede, José Roberto Rodrigues, com apoio da Diretoria Nacional do SINPAF, vai elaborar um documento administrativo para pedir à diretoria da Codevasf a manutenção do teletrabalho, o revezamento daqueles em funções essenciais, a higienização periódica dos ambientes laborais, a testagem em massa dos empregados.

O diretor Administrativo-Financeiro nacional, Antônio Guedes, e a Secretária-Geral nacional, Dione Melo, também participaram da mobilização com as trabalhadoras e trabalhadores da Codevasf.

Clique aqui e acompanhe a campanha do SINPAF em Desefa da Vida!