Mais famílias são beneficiadas pela campanha “Maio Solidário” do SINPAF

Toneladas de alimentos, equipamentos de proteção e produtos de limpezas estão sendo doados de norte a sul do Brasil pelas Seções Sindicais da base do Sindicato. Na última semana, foi a vez das Seções Sindicais Pará-PA e Campinas e Jaguariúna-SP realizarem seus atos de solidariedade.


Em meio à crise provocada pelo coronavírus, as famílias em situação de vulnerabilidade social são as que mais sofrem. Muitas perderam a única renda familiar ou não contam mais com a merenda escolar para reforçar a alimentação dos filhos.

Com todos dentro de casa, em tempo integral, muitas famílias contam apenas com gestos de solidariedade para garantir a comida na mesa. Para amenizar um pouco essa situação, a Diretoria Nacional do SINPAF lançou a campanha Maio Solidário.

Toneladas de alimentos, equipamentos de proteção e produtos de limpezas estão sendo doados de norte a sul do Brasil pelas Seções Sindicais da base do Sindicato. Na última semana, foi a vez das Seções Sindicais Pará-PA e Campinas e Jaguariúna-SP realizarem seus atos de solidariedade.

Em Belém-PA, os abrigos sociais Pão de Santo Antônio, Colônia do Prata e João de Deus receberam mais de 3 mil Kg de alimentos, 200 máscaras de algodão, produtos de higiene pessoal e de limpeza. A diretora Financeira, Helena Joseane, o diretor de Saúde do Trabalhador, Hélio Eymar, e a Secretária-geral da Seção, Jacilene de Jesus, cuidaram da entrega desse material.

Em Campinas-SP, a Seção Sindical se uniu à Frente em Defesa da Vida para contribuir e fortalecer as ações de solidariedade. Cem cestas básicas foram adquiridas do Movimento Sem Terra (MST) e distribuídas para as entidades Amigo da Criança (AMIC) e Movimento Popular pela Saúde (MOPS), que ajudam famílias em vulnerabilidade social no bairro Jardim Monte Cristo.

“A ajuda foi muito importante”, disse Lúcio Rodrigues, do Movimento Popular, sobre os produtos recebidos da Seção Sindical. “No entanto, a demanda é muito grande e precisamos de apoio constante. Infelizmente, são muitas pessoas que necessitam de doações para se manter ficar em casa e ter condições de enfrentar a crise”.

O presidente da Seção Campinas e Jaguariúna, Mário Artemio Urchei, enfatizou que as cestas foram compradas do MST pelo seu importante papel no que se refere à produção de alimentos diversificada e saudável. E, no cenário da crise da Covid-19, o Movimento tem intensificado a distribuição de marmitas solidárias e cestas básicas.

Seção Sindical Pará

zoom
zoom
zoom
zoom
zoom

Seção Sindical Campinas e Jaguariúna

zoom
zoom
zoom
zoom
zoom
zoom

| Mais do Sinpaf

ACT da Embrapa é prorrogado por mais 30 dias

O SINPAF e a Embrapa acordaram a prorrogação do Acordo Coletivo de Trabalho por mais 30 dias, ou seja, com vigência até o dia 30 de junho de 2020.

Saiba mais

SINPAF envia às empresas da base sugestões de medidas emergenciais de proteção dos trabalhadores e trabalhadoras em revezamento

Nesta semana, a Diretoria Nacional do SINPAF encaminhou para as empresas da base do Sindicato sugestões de medidas emergenciais de proteção aos trabalhadores e trabalhadoras que estão em situação de revezamento, para segurança contra a contaminação da Covid-19. A diretoria, entretanto, defende o isolamento social como principal medida de segurança contra a doença, assim como o teletrabalho para aqueles que têm condições de exercerem suas funções de suas casas.

Saiba mais


ACT Embrapa 2020-2021: terceira rodada sem avanços

Mais uma vez, o presidente do SINPAF solicitou aos representantes da Embrapa a apresentação do índice econômico para reajuste de salários e benefícios. Entretanto, a empresa alegou que ainda não recebeu do governo uma proposta de índice de reajuste para as cláusulas econômicas.

Saiba mais

Acompanhe como estão as negociações do ACT 2020-2021 da Codevasf

A empresa propôs reajustar as tabelas salariais e funções gratificadas pelo índice correspondente a 20% do INPC acumulado no período compreendido entre 01/05/2019 e 30/04/2020, aplicado a partir da celebração do Acordo, sem pagamento de retroativo. 

Saiba mais

Receba notícias direto em seu e-mail:
assine nosso informativo

Fale conosco