Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário

Embrapa rejeita totalmente a contraproposta e oferece leve aumento do índice após pressão do SINPAF

24 de outubro de 2022

Durante a 14ª mesa de negociação que ocorreu nesta segunda-feira (24), a Embrapa recusou a contraproposta da Comissão Nacional de Negociação (CNN) do SINPAF, que pedia a recomposição salarial pelo INPC do período completo (12,47%) e o pagamento da retroatividade à data-base (1º de maio). Dessa forma, a empresa manteve a proposta de 60% do IPCA e sem retroatividade.

Também negou a correção do auxílio alimentação e não aceitou mudanças nas cláusulas sociais de transporte, liberação para dia de pagamento, liberação para atividade sindical, programa de saúde, teletrabalho híbrido etc. Enfim, todas as cláusulas incluídas na contraproposta do Sindicato para que a negociação pudesse avançar.

A cláusula que trata sobre a Comissão Permanente de Prevenção e Combate ao Assédio Moral (CPPCAM), por exemplo, levou cerca de 1 hora da reunião, com intenso debate entre as comissões do Sindicato e da empresa, devido ao resultado de uma ação do Ministério Público do Trabalho (MPT), que modificou o entendimento de função da comissão. A Embrapa, então, propôs a manutenção da cláusula como está no ACT revisando.

Porém, após pressão da CNN do SINPAF, a negociação foi suspensa para o almoço e retomada às 15h30, quando a empresa fez uma nova proposta e aumentou levemente o reajuste salarial para 70% do IPCA do período (8,49%) com pagamento retroativo.

De acordo com o presidente do SINPAF, Marcus Vinicius Sidoruk Vidal, além de não refletir no auxílio alimentação e demais cláusulas econômicas, a porcentagem apresentada não recompõe sequer a perda salarial do período de 1º de maio de 2021 a 30 de abril de 2022. “Além dos 25% de perdas do poder de compra dos salários nos últimos anos, conforme já calculado pelo Dieese a pedido do Sindicato, a empresa está propondo mais uma perda de quase 4%”, explicou Marcus Vinicius.

Porém, ainda não concordando com o índice apresentado, já que almeja a recomposição integral da inflação pelo menos nos salários, e após tantas rodadas de negociação e sem avanços significativos para a categoria, a CNN do SINPAF concordou em apresentar a proposta à categoria por meio de assembleias gerais.

As assembleias devem ocorrer na semana de 7 a 11 de novembro e o ACT atual foi prorrogado por mais 30 dias.

MOBILIZAÇÃO

Com as palavras de ordem ‘Desenrola, Embrapa. Recomposição, Já!’, a categoria ficou mobilizada desde as 7h30 na sede da empresa, em Brasília-DF, e em diversas unidades espalhadas pelo Brasil, com as trabalhadoras e trabalhadores em vigília.

Veja a cobertura da mobilização no Instagram (@Sinpafnacional) e no Facebook do SINPAF (Facebook.com/SINPAFDiretoriaNacional).

Leia mais