Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário

Dia da saúde mental: lideranças sindicais do SINPAF debatem sobre misoginia e assédio moral no trabalho

10 de outubro de 2016

A diretora nacional suplente da pasta de Saúde do Trabalhador do SINPAF, Franciana Bellaver, participou, nesta segunda-feira (10/10), de uma roda de conversa sobre “Misoginia, o Papel da Mulher na Sociedade e Assédio Moral no Trabalho”, com líderes do Sindicato de vários estados.

O evento, realizado no Rio de Janeiro pelas Seções Sindicais Solos e Agrobiologia, foi em referência ao Dia Mundial da Saúde Mental, que é comemorado em todo o mundo, neste dia 10 de outubro.
A primeira conversa, que versou sobre misoginia, feminismo e o papel da mulher na sociedade, teve a participação da professora e escritora Márcia Tiburi. A outra rodada de debate, sobre assédio moral no trabalho, contou com a intermediação do Terezinha Martins, professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UniRio).

De acordo com Franciana, a escolha dos temas foi muito interessante. “Assédio moral é um dos principais fatores de adoecimento dos trabalhadores. É também um mal silencioso que nos atinge diariamente. Quanto mais eventos realizarmos sobre o assunto e quanto mais pessoas participarem, mais teremos chances de identificar o problema e mais força para nos defender”, disse a diretora.

Franciana também elogiou a organização do evento e agradeceu às duas seções realizadoras pelo convite e hospitalidade.

Líderes sindicais do SINPAF debatem sobre misoginia e assédio moral no trabalho

 

Da esquerda para direita: Marcia Tiburi, palestrante, e Franciana Bellaver, diretora nacional suplente de Saúde do Trabalhador
Leia mais