Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário

Corrupção na Codevasf: SINPAF exige apuração e punição dos culpados

18 de outubro de 2022

A Codevasf – Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba – é uma empresa pública federal que tem se destacado, historicamente, por sua importante contribuição ao desenvolvimento regional do Nordeste, tendo como carro chefe projetos de irrigação, além de outras ações relacionadas ao desenvolvimento na sua área de atuação.

Porém, no último período, várias denúncias apontam que a Codevasf vem sendo utilizada por políticos para dar vazão a irregularidades por intermédio de emendas parlamentares.

Essa prática não está de acordo com os princípios da administração pública, contudo, esse processo foi adotado pelo atual governo federal com os recursos do chamado orçamento secreto até que, semana passada, a situação tornou-se insustentável com o denominado BOLSOLÃO DO ASFALTO, esquema de corrupção montado para usar a empresa que é ligada ao Ministério do Desenvolvimento Regional e até o início deste ano comandada por Rogério Marinho (PL), recém eleito senador pelo Rio Grande do Norte, aliado político e do mesmo partido do presidente da República.

Com sucessivos fatos e denúncias de desvios de recursos, a Codevasf ganhou destaque negativo na imprensa do país, o que é extremamente grave. Segundo matéria divulgada recentemente pela Folha de São Paulo, técnicos do Tribunal de Contas da União (TCU) apontam que a estatal fez licitações fraudulentas que deram prejuízos aos cofres públicos de mais de R$ 1 bilhão. Importante ressaltar que apesar dos fatos apontados pelo TCU, o ministro Jorge Oliveira, indicado pelo presidente da república, contrariou o parecer da área técnica do tribunal e não suspendeu o início de novas obras ligadas às licitações sob suspeita.

Segundo o Diretor Nacional do SINPAF, Antônio Lelis esta situação ocasiona um desgaste pessoal para os empregados da empresa, ferindo a autoestima deles. “Chegou ao ponto de trabalhadores e trabalhadoras serem achincalhados ao circular nas ruas com os veículos da empresa, uma espécie de bullying, como se fossem culpados pelas ações de corrupção”, afirma.

Recentemente o SINPAF já tinha desencadeado uma campanha em defesa da Codevasf pública, exigindo orçamento adequado e respeito à empresa e suas(seus) trabalhadoras(es).

Contudo, com o surgimento de novas denúncias de desvios bilionários, o SINPAF vem a público defender a Codevasf, que é um importante patrimônio do povo nordestino, e exigir a imediata apuração dos fatos, o afastamento dos responsáveis, bem como a suspensão da entrega dos bens sob suspeita.

Vamos denunciar e nos mobilizar para dar uma resposta contundente e definitiva em defesa de uma Codevasf pública, democrática e transparente, retomando sua missão de contribuir com o desenvolvimento regional, com orçamento público e próprio.

Apuração das denúncias e punição dos culpados!

Diretoria Nacional do SINPAF

Leia mais