Negociação do ACT Embrapa segue sem proposta de reajuste econômico pela empresa

Negociação do ACT Embrapa segue sem proposta de reajuste econômico pela empresa

Por: Larissa Sarmento | | Notícias gerais

As Comissões de Negociação do SINPAF e da Embrapa se reuniram por videoconferência nesta segunda-feira, 27 de junho, para sexta rodada de negociação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2022-2023.

O índice de reajuste econômico continuou sem nenhuma posição da empresa. O presidente do SINPAF, Marcus Vinícius Sidoruk Vidal, ressaltou que já foram apresentados índices para negociação em outras empresas dependentes do Tesouro Nacional como: Dataprev, Serpro e Codevasf e a Embrapa segue sem uma proposta.

O destaque ficou para as cláusulas que tratam da saúde do trabalhador, como o item do programa de saúde Caixa de Assistência dos Empregados da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Casembrapa), que foi suspenso na íntegra para apresentação de nova proposta da empresa.

A Embrapa pediu a exclusão de importantes reivindicações do sindicato como a redução da jornada de trabalho para pessoas com doenças crônicas e câncer.

O representante da Região Sul, Júlio Bicca, defendeu que a cláusula deve permanecer e afirmou que pessoas nessas condições precisam de tempo para cuidar da saúde.

Mesmo com as argumentações dos presentes na reunião, a Comissão da Embrapa preferiu retirar do ACT essa cláusula por julgar muito genérica. O SINPAF manteve sua posição de inclusão desse item.

Outra reivindicação não atendida foi o aumento de seis meses para dois anos do remanejamento de atividades e/ou local de trabalho para empregadas gestantes e lactantes expostas a condições insalubres ou perigosas.

Também foram discutidas questões sobre o direito de assembleia, que não tiveram a devida atenção da empresa. Após o pedido de suspensão de cláusulas que tratam da participação dos trabalhadores e trabalhadoras nestas atividades sindicais, a empresa prorrogou o ACT vigente por mais 30 dias.

As rodadas de negociação seguem, e a próxima reunião ficou agendada para o dia 12 de julho, às 14horas.

Participaram da reunião representantes da Comissão Nacional de Negociação, além dos Diretores Nacionais Elanderson Lima e Antônio Marcos Pereira.

 

Comissão Nacional de Negociação

A Comissão Nacional de Negociação é formada por um titular e um suplente de cada região brasileira, escolhidos entre os delegados que participaram das Plenárias regionais do SINPAF que foram realizadas no final de abril e ao longo de maio. Veja abaixo quem são:

Região Nordeste: Marco Aurélio Feitosa, da Seção Sindical da Embrapa Algodão, como titular; e Arnaldo Rodrigues, da Seção Sindical Embrapa Aracaju, como suplente.

Região Centro-Oeste: Mirane Costa, da Seção Sindical Embrapa Sede (DF), como titular; e Silvia Belloni, da Seção Sindical Dourados (MS), como suplente.

Região Sul: Julio Bicca, da Seção Sindical Pelotas, como titular; e Odirlei Dalla Costa, da Seção Sindical Passo Fundo, como suplente.

Região Norte: Jasiel Nunes, da Seção Sindical Amazonas, como titular; e Rita de Cássia Pompeu de Souza, da Seção Sindical Roraima, como suplente.

Região Sudeste: Neio Lúcio Ramos Silva, da Seção Sindical Gado de Leite, como titular; e Adriana Santos do Nascimento, da Seção Sindical Agrobiologia, como suplente.

Também fazem parte da Comissão, além do presidente do SINPAF, Marcus Vinícius Sidoruk Vidal, o diretor jurídico, Adilson F. Mota; a secretária-geral, Dione Melo; e o diretor administrativo-financeiro, Antônio Guedes.

 

Clique aqui e leia a ata.

Receba notícias direto em seu e-mail:
assine nosso informativo

Fale conosco